Após ver a seleção brasileira feminina de vôlei vencer a Sérvia por 3 sets a 0, com parciais de 26/24, 25/17 e 25/22, nesta sexta-feira, em Sendai, no Japão, na abertura da segunda semana de disputas do Grand Prix, o técnico José Roberto Guimarães exaltou a postura exibida pelo time nacional em quadra e a evolução do bloqueio da equipe, que não conseguiu ser eficiente neste fundamento na apertada vitória por 3 sets a 2 sobre a Turquia, no domingo passado, em Ancara (TUR), em seu compromisso anterior na competição.

"O mais importante dessa partida foi o comportamento e a atitude da nossa equipe. Diferente da partida passada, quando fizemos poucos pontos de bloqueio, hoje alcançamos 15 pontos desse fundamento", ressaltou o comandante, em declarações reproduzidas pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

O treinador também apontou que houve melhora da equipe brasileira em outros fundamentos, assim como ele deixou claro que viu as suas comandadas exibirem muito mais raça do que mostraram no triunfo diante das turcas. "A defesa e o passe foram mais efetivos e consequentemente nosso ataque melhorou. A vontade de acertar e de querer fazer um bom jogo foi determinante", completou.

Maior pontuadora do confronto diante das sérvias, com 16 acertos, a ponteira e capitã Natália seguiu a mesma linha de discurso de Zé Roberto ao comentar a vitória brasileira. "Jogamos mais concentradas e nos preparamos mais para esse jogo. Um fundamento que melhoramos em relação a outra partida foi o bloqueio. Quando passamos a bloquear o jogo ficou diferente. A nossa atitude foi outra e entramos em quadra mais agressivas e isso foi fundamental para ganharmos esse jogo por 3 sets a 0", analisou a jogadora.

Já a central Adenízia, autora de sete pontos de bloqueio na vitória sobre a Sérvia, enfatizou que foi importante dar o troco no adversário após a derrota, também por 3 sets a 0, que o time nacional sofreu anteriormente neste Grand Prix.

"Foi uma partida muito importante para nosso grupo. Ficamos chateadas depois da derrota por 3 sets a 0 na semana passada para a Sérvia e queríamos muito ter uma atuação melhor como a de hoje. Mostramos o potencial desse time. Jogamos como um grupo e isso foi determinante para o resultado final", ressaltou.

Após o triunfo sobre a Sérvia, o Brasil voltará a jogar neste sábado, às 5h10 (de Brasília), contra a Tailândia, novamente no Japão, em outro duelo válido por esta fase de classificação, que irá até o próximo dia 23. Atual campeã do torneio e na busca pelo seu 12º título da competição, a seleção brasileira também terá pela frente o anfitrião Japão à 1h15 (de Brasília) no domingo, antes de retornar ao País para atuar na próxima semana em Cuiabá contra Bélgica, Holanda e Estados Unidos.