"A última vez que eu fiquei tão triste assim foi quando perdi meu pai e minha mãe". Foi assim que Zezé Perrella, executivo de futebol do Cruzeiro, traduziu a queda da Raposa para a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro.

"Queria ser campeões de tudo e não pensaram nos riscos. A conta chegou. Entrei sabendo da situação financeira difícil, mas tive a coragem, assim como tenho de agora estar agora dando as explicações", desabafou Zezé.

"Sempre tentei acertar. Nunca pequei por omissão. Tentei fazer alguma coisa para salvar, mas não conseguimos. O Cruzeiro acabou caindo. Que seja um aprendizado para que não cometamos novamente", acrescentou.

Ainda sobre a queda, Perrella tomou Internacional e Corinthians como exemplo para um retorno próspero e forte do Cruzeiro.

"Já vimos clubes grandes caindo, voltando e sendo campeões do mundo. Reviram tudo na Segunda Divisão e recomeçaram. A dor é forte demais", finalizou.