A Prefeitura de Juiz de Fora, na região da Zona da Mata mineira, decretou situação de emergência devido ao atendimento de urgência e emergência em saúde. No decreto 12.554, publicado nesta quinta-feira (7), o prefeito Bruno Siqueira alegou que a cidade está à beira de um colapso, "tendo em vista o exponencial aumento da demanda que se verifica nas unidades que prestam este serviço à população, gerando grave problema assistencial".

O documento, que tem validade de 180 dias, autoriza o remanejamento de servidores e prestadores de serviço para atender demandas prioritárias, além de autorizar contratações emergenciais necessárias.

No decreto, o chefe do Executivo relembra que é "dever da Administração Pública Municipal garantir ao cidadão o acesso amplo aos serviços de saúde, notadamente aqueles que dizem respeito às urgências e emergências, médicas, atendimentos essenciais para evitar o agravamento de quadros graves de doenças".

Enquanto vigorar a medida, segundo o prefeito, todos os órgãos deverão realizar ações solicitadas pela Secretaria de Saúde.