Centenas de moradores do bairro Serra, Centro-Sul de BH, estão sem luz depois que uma árvore de grande porte, localizada no jardim de um prédio residencial na rua do Ouro, caiu derrubando um poste e bloqueando a via. Não houve vítimas. 

No incidente, ocorrido na tarde desta terça-feira (2), dois carros foram atingidos pela árvore, que também jogou parte do portão do edifício no chão, e um terceiro veículo foi afetado, já que fios de alta tensão caíram sobre ele. Segundo um porteiro do condomínio, o espécime fechou o estacionamento do prédio e os moradores estão impedidos de sair ou entrar com os veículos.

Como vários cabos de energia foram arrastados, a Cemig informou que o incidente deixou vários moradores dos bairro Serra e Santa Efigênia sem energia. "Técnicos da companhia estão no local para reparar dois postes e os cabos rompidos pela árvore. O fornecimento está sendo gradativamente restabelecido na região. A previsão é de que o serviço seja concluído até as 19h30 de hoje", disse, por meio de nota. 

Já a BHTrans informou que interditou a rua do Ouro na esquina com a rua Palmira, logo após a rua Capivari, e que os desvios estão sendo indicados por agentes de trânsito no local. 

Além da BHTrans e da Cemig, também estão no local a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. 

Riscos

De acordo com a psicóloga Maria Júlia Andrade Vale, moradora do prédio, trata-se de uma árvore centenária, da espécie flamboyant. No último sábado (29), ela afirma que alguns moradores solicitaram a presença do Corpo de Bombeiros devido ao risco de queda. 

"Sábado nós tivemos um diagnóstico bem sério desta árvore, porque houve a poda dela e a pessoa que podou disse que ela estava condenada. Nós chegamos a acionar o Corpo de Bombeiros, mas eles não vieram a tempo. Hoje ela caiu e, por sorte, não estava passando nenhum carro na hora, porque poderia ser pior. A árvore ainda levou um poste inteirinho pro chão e metade de outro poste", contou. 

O síndico do prédio, Marcius Salles, confirmou que a solicitação para a supressão da árvore foi feita à prefeitura e ao Corpo de Bombeiros. "A gente já sabia da possibilidade de queda da árvore e tomamos todas as providências cabíveis, acionamos a prefeitura e o Corpo de Bombeiros, mas infelizmente, neste meio tempo, a árvore caiu e causou esses estragos. Felizmente, ninguém se feriu e os danos foram somente materiais. Mas está causando vários transtornos aos moradores, que estão sem luz", disse. 

Já o Corpo de Bombeiros informou que foi até o local na manhã desta terça, antes da queda, e não constatou risco iminente. 

O investimento previsto nas podas e supressões de árvores em BH este ano é de R$ 15 milhões. De janeiro e maio já foram realizadas mais de 17,5 mil podas e 4,9 mil supressões. 

Por meio da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, a prefeitura informou que "realizou uma vistoria técnica na referida árvore em abril deste ano e na ocasião a mesma apresentava bom aspecto vegetativo, não apresentando indícios de processo de tombamento. No laudo técnico foi recomendada a poda para adequar seu equilíbrio. A árvore encontrava-se em propriedade privada, sendo de responsabilidade do condomínio a execução do serviço".

Já a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), responsável por fazer a execução de podas e supressões exclusivamente em vias públicas, informou que "as solicitações de podas e supressões de árvores são criteriosamente avaliadas pelas Gerências Regionais de Manutenção para que o atendimento possa ser realizado de forma adequada. São priorizadas as podas e supressões de árvores que representam riscos a vida humana ou danos materiais, as secas (mortas) que já possuam laudos indicando a supressão, com iminente risco de queda. Nos casos de interferência com o sistema elétrico (as redes de eletricidade), a CEMIG precisa ser acionada para o trabalho ser feito em conjunto". 

Qualquer morador da cidade pode solicitar os serviços de poda e supressão de árvores através do aplicativo PBH APP, pelo site www.pbh.gov.br ou pelo telefone discando 156.  

Leia mais:

Incêndio destrói cerca de 20% de vegetação do Parque Ecológico do bairro Palmares nesta terça
Fiscais retiram materiais da biblioteca Casa do Saber, e moradores protestam, veja vídeo