O Conselho de Desenvolvimento Ambiental de Juatuba (Codema), na região metropolitana de Belo Horizonte, confirmou que um primata encontrado às margens de uma estrada de terra próximo a Boa Vista estava com febre amarela silvestre. O resultado, que valida a primeira morte pela doença na cidade, foi divulgado pelo órgão por meio das redes sociais, no último dia 3. 

O macaco foi encontrado morto por uma ciclista no dia 12/02. Desde então, foram realizados vários testes para saber as causas da morte. Ele estava no limite entre as cidades de Juatuba e Florestal. Conforme comunicado divulgado pelo Codema, foi realizada a imunização emergencial de todos "munícipes da zona rural de ambos os municípios". 

Segundo Heleno Maia, presidente do Codema de Juatuba, cerca de 200 famílias vivem na região rural em que o macaco foi encontrado morto. "Antes mesmo da confirmação já havíamos orientado aos moradores locais para se imunizarem contra a doença", explicou.

Nesta segunda-feira (6), serão realizadas ações de monitoramento dos primatas da região para ver o comportamento dos animais, principalmente se há doentes. O presidente do Codema também disse que na última semana, na divisa de Juatuba com Betim, no distrito industrial, um outro macaco foi encontrado morto, suspeito de contrair febre amarela. Os resultados dos exames que confirmariam a morte pela doença, porém, ainda não estão prontos.

"Já orientamos os diretores das indústias dessa região a imunizarem seus funcionários. São cerca de 3 mil trabalhadores que passam pelas empresas desse distrito industrial. A secretaria de saúde receberá mais doses de vacina contra a Febre Amarela a partir dessa semana para intensificar a imunização na cidade", afirmou Maia. 

Até o último dia 3, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG) notificou 1.063, sendo que 99 mortes pela doença já foram confirmadas em Minas Gerais. Desse total, ainda, 260 casos deram positivo. O primata de Juatuba estava entre as suspeitas que foram comprovadas.

No Estado, 88 municípios tinham casos suspeitos de contraírem Febre Amarela. A SES-MG já contabilizou confirmação da doença em 46 cidades.  

Saiba mais
Quase 100 pessoas já morreram de febre amarela em Minas
Notificações para febre amarela passam de mil em Minas Gerais

 

Juatuba

 

Assista ao vídeo