Trinta e cinco tendas, seis barraquinhas, um palco e dois caminhões de apoio. Para o corpo, dicas de longevidade. Para a mente, mantras e meditação. À frente dos trabalhos, dezenas de profissionais e, usufruindo dos serviços gratuitos, centenas de visitantes. Nos últimos dias, esse é o cenário da Praça da Liberdade, um dos principais cartões postais de Belo Horizonte, na região Centro-Sul.
 
O espaço recebe a 7ª edição do projeto “Andando de bem com a vida”. Aferição de pressão, massagem, aulas de dança, música e yoga, exposição de artesanato e palestras, só para ficar em alguns exemplos, estão entre as atrações disponíveis. As atividades começaram na última sexta-feira e prosseguem, neste domingo (17), das 8h às 20h.
 
Entre os visitantes estava o aposentado João Retes, de 65 anos. Morador do bairro de Lourdes, ele levou o neto Gustavo, de 1 ano e oito meses, para passear na praça e aprovou as várias ações de promoção da saúde e do bem-estar. “Venho aqui diariamente e a cidade precisa que espaços como esse sejam bem aproveitados”, disse Retes, que carregava o garotinho nos braços enquanto ambos curtiam uma oficina de música.