Os últimos pitbulls que estavam em um canil clandestino, descoberto em um sítio de Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em julho deste ano, foram resgatados nessa quarta-feira (20). No total, foram retirados do local 47 cães que eram criados para reprodução e se encontravam em situação de maus tratos.

Dentre todos os animais resgatados, nove já foram adotados e 20 estão aptos para a adoção responsável. Os 16 cães que saíram do canil nessa quarta vão passar por uma avaliação veterinária e um processo de ressocialização para que, posteriormente, sejam disponibilizados a adoção. Os interessados devem preencher o formulário disponível aqui.

Concluídas as diligências no sítio, o Ministério Público de Minas Gerais irá enviar à Justiça uma denúncia criminal contra o dono do sítio pela prática do crime de maus tratos contra os 47 animais. Ele também será denunciado por não cumprir os acordos do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado logo após a primeira diligência ao sítio, em julho, quando se comprometeu a adotar medidas emergenciais sob a orientação de médico veterinário para assegurar o bem-estar dos cães.

Enquanto não são colocados à disposição para adoção, os cachorros estão sendo cuidados por 15 voluntários. De acordo com a denúncia, enquanto estavam no canil, os animais eram acorrentados e mal-alimentados. Vários apresentaram lesões na pele e muitos sinais de estresse.

Leia mais:
Equipe do Zoo de BH faz trabalho de 'cupido' para unir araras de espécie ameaçada
Campeões da fofura: conheça as fotos vencedoras de concurso de imagens engraçadas da vida animal