Cerca de 15 mil cestas básicas foram entregues a famílias com filhos matriculados na rede municipal de ensino de Belo Horizonte nesta terça-feira (31), primeiro dia do programa que estende o benefício a mais de 142 mil domicílios. A adesão foi menor do que o planejamento, já que há um agendamento de entrega de 24 mil unidades por dia.

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, já era esperada uma menor adesão no primeiro dia por uma série de variáveis, como: famílias que não tiveram tempo ou condições para acessar o sistema, famílias que tiveram algum tipo de problema com o cadastro e outras que não quiseram fazer a retirada.

Mas quem não conseguiu fazer a retirada conforme o agendamento apresentado pela secretaria não perde o benefício e poderá pegar os alimentos posteriormente. Caso a família não retire a cesta no dia e turno indicados no sistema, ela pode ir até a mesma loja indicada entre os dias 8 e 30 de abril para realizar a retirada.

A prefeitura fez a organização de forma escalonada, isso é, de 31 de março a 7 de abril, para quem não houvesse aglomeração dentro dos supermercados parceiros. Quem não puder pegar a cesta no dia marcado ou não quiser o benefício não precisa avisar a prefeitura, de acordo com a secretaria. A ação será promovida enquanto houver isolamento social na cidade. 

Se ao fim do do mês houver sobra no número de cestas, elas poderão ser usadas na entrega de maio, já que os alimentos não são muito perecíveis.

Têm direito à cesta famílias de estudantes matriculados nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEF), Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) e creches parceiras. Para que todas as 142 mil famílias sejam beneficiadas, a prefeitura vai investir R$ 9,5 milhões dos Recursos Ordinários do Tesouro Municipal (ROT).

Como pegar a cesta

O responsável legal pela matrícula deve acessar este link para consultar as informações de retirada do produto, como endereço da loja, dia e horário. A consulta ao sistema será feita usando o nome e o CPF do responsável. Caso ele responda por mais de uma criança matriculada, deve informar a data de nascimento da mais nova.

Só é possível retirar a cesta após este procedimento e, na loja designada, o responsável deve, ainda, apresentar RG com CPF (ou outro documento oficial com foto e CPF) e assinar um recibo. 

Leia mais:
Secretaria Estadual de Saúde confirma terceira morte por coronavírus em MG; veja os números