Mais de 21 mil veículos foram abordados nos três primeiros dias de funcionamento das barreiras sanitárias, em Belo Horizonte. Quase 42 mil pessoas foram avaliadas e 216 encaminhadas para um serviço de saúde com suspeita de Covid-19. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA). 

Nesta quarta-feira (20), os trabalhos continuaram em 11 pontos de acesso à capital. 8.169 carros foram vistoriados e 15.427 pessoas avaliadas. 80 delas precisaram ser levadas para avaliação.

Confira os pontos no mapa:

Mapa Barreiras sanitárias

A instalação das barreiras sanitárias foi regulamentada por decreto assinado pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD) e estão em funcionamento desde a última segunda-feira (18). Segundo o documento, a fiscalização tem caráter compulsório e dá aos agentes públicos a possibilidade de exigir que motoristas e passageiros deixem os veículos e sejam submetidos a rastreamento clínico. Entre as ações está a aferição de temperatura corporal.

Barreira Sanitária

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pelo governo de Minas nesta quinta-feira (21), o estado tem, até o momento, 5.596 casos confirmados do coronavírus, sendo 191 mortes. Belo Horizonte tem 1.316 casos, com 36 mortes.