Ação humana pode ter causado incêndio no Parque das Mangabeiras; 10 hectares foram queimados

Anderson Rocha
@rocha.anderson_
06/09/2021 às 18:04.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:49
 (Divulgação/CBMMG)

(Divulgação/CBMMG)

O incêndio que destruiu cerca de 10 hectares do Parque das Mangabeiras, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, entre esse domingo (5) e esta segunda-feira (6), pode ter sido causado por ação humana. A afirmação é do presidente da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica (FPMZB), Sérgio Augusto Domingues.

“Causa natural não foi. Nós não tivemos descarga ou acidente elétrico. A suspeita maior é a causa humana”, afirmou o gestor ao Hoje em Dia. Segundo ele, qualquer fogueira (intencional ou criminosa) ou mesmo um resto de cigarro aceso podem ter iniciado as chamas, que foram extintas após 12 horas de trabalho.

Sérgio estima que o fogo tenha destruído aproximadamente 10 hectares (dos 337 no total) de uma área de encosta do parque. Por sorte e atuação rápida dos combatentes, as chamas não atingiram a parte florestal do Mangabeiras. “Queimou mais a parte de cerrado, rupestre, e a gente acredita que a recuperação será até mais rápida por isso”.

De acordo com a FPMZB, as chamas tiveram início na tarde desse domingo em área próxima ao parque, na Vila Marçola, no Aglomerado da Serra, na mesma região. Nesta segunda, uma equipe da fundação levantou um drone para captar imagens da destruição. Até a próxima semana, um estudo deve apresentar uma estimativa mais exata da quantidade de vegetação destruída.

“A resposta da cooperação entre Bombeiros, IEF (Instituto Estadual de Florestas) e a brigada (do parque) foi muito forte. Então, realmente, tivemos uma pronta resposta. A gente conseguiu evitar que a linha se estendesse em área da Mata Atlântica da floresta”, finalizou.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por