A dieta que a amiga seguiu pode não servir para você e ainda comprometer a sua saúde. O alerta da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia - Regional Minas Gerais (Sbem-MG) chega na época em muitas pessoas lançam mão de “loucuras” em busca do corpo perfeito para desfilar no verão, que começa no próximo domingo (22).

dieta emagrecer

Na lista entram remédios e receitas consideradas “milagrosas” que prometem perda rápida de peso. A internet potencializa os riscos, diz o médico Adauto Versiani, uma vez que a população passa a ter contato facilitado com relatos de quem afirma ter tido sucesso ao seguir um regime ou tomar medicamentos, muitas vezes sem o acompanhamento de um especialista.

Presidente da Sbem-MG, ele destaca, porém, que prescrições feitas a uma pessoa pode não surtir o mesmo efeito em outra. “As receitas são intransferíveis e, como cada caso é um caso, podem comprometer a saúde e provocar problemas graves”, afirma.

Dentre os males comuns estão perda de nutrientes, imunidade baixa e até mesmo ganho de peso. “O cuidado com receitas terceirizadas é ainda mais essencial, pois cada pessoa tem um organismo e corpo diferentes, absorvendo também calorias de forma diferente e, portanto, necessitando de vitaminas específicas”, orienta Adauto Versiani. 

O endocrinologista orienta a quem quer emagrecer que procure, como primeira ação, um especialista.

Leia Mais:

Adotar 'fórmula da vez' não garante adeus definitivo a quilos extras

Número de cirurgias bariátricas aumenta 84,73% em sete anos

País tem aumento de hábitos saudáveis, mas número de obesos cresce 68% em 13 anos