Começa a partir da próxima semana a temporada de festas de peão e rodeios em Minas Gerais. Os eventos, que tradicionalmente movimentam os meses de maio a julho, neste ano antecipa os festejos devido à Copa do Mundo.
 
“Os grandes festivais optaram por não conflitar com os jogos do Mundial”, explicou o assessor de imprensa do Rodeio Contagem, Júnior César.
 
E quem abre a porteira da alegria é justamente o evento da Grande BH. Começa na próxima quinta-feira e vai até domingo, com expectativa de atrair um público de 25 mil pessoas, durante os quatro dias de rodeio.
 
As noites serão embaladas por cantores como Eduardo Costa, Psirico, João Neto e Frederico, Lucas Lucco, Gino e Geno, entre outros. “Teremos atrações para todo o tipo de público e idade”, completou o assessor do evento.
 
Brincadeira
 
Uma brincadeira entre amigos universitários foi o ponto de partida para a festa que já dura 24 anos em Lavras, no Sul de Minas.
 
“A festa era apenas para distrair os estudantes, mas acabou conquistando todo o Brasil”, contou o responsável pelo evento, Marino Benassi. A festa, que será entre os dias 15 e 17 de maio, terá entre as atrações musicais Luan Santana e Zezé di Camargo e Luciano.
 
A “Cidade do Rodeio” une a tradição e música sertaneja em Pedro Leopoldo. O festejo, que neste ano acontece entre os dias 30 de abril e 04 de maio, investe na tradição caipira. “O público tem a oportunidade de conhecer a moda de viola caipira”, destacou o coordenador de marketing do evento, Gilberto Viana.
 
Touros
 
A montaria em touros é outro atrativo dos festivais. Com premiações em dinheiro, os peões tem a oportunidade de se destacar nas competições.
 
“Os melhores classificados participam de torneios internacionais que escolhem o melhor do mundo”, explicou o diretor Companhia Americana de Montaria em Touros, Adriano Andrade. Entre os vencedores estão os mineiros Agnaldo Cardoso e Rubens Barbosa.
 
Estímulo a ações sociais e de meio ambiente 
 
Os organizadores dos rodeios garantem que a conscientização com o meio ambiente e os cuidados com a saúde dos animais é uma preocupação. 
 
De acordo com o responsável pelo Lavras Rodeio Festival, Marino Benassi, há investimento na segurança de peões e touros. Outra ação desenvolvida nas “cidades dos peões” é a reciclagem de lixo. A coleta seletiva de papeis, plásticos, latas e o armazenamento adequado do óleo de cozinha rendem bons frutos.
 
“O material coletado ajuda na produção de materiais artesanais como bolsas ecológicas e vassouras”, explicou o coordenador de marketing do Pedro Leopoldo Rodeio Show, Gilberto Viana.
 
Na cidade da Grande BH, quem participa da festa ajuda a financiar obras sociais. “Doamos 5% do valor dos ingressos para obras assistenciais da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Pedro Leopoldo”,contou Viana.
 
O festival também promove o “Desafio do Bem”. Peões participam da brincadeira desafiando os bois na montaria e doando parte do prêmio a entidades beneficentes.