O acesso a Macacos, distrito de Nova Lima, foi bloqueado após alerta sobre risco de rompimento da barragem B3/B4, da Mina Mar Azul, operada pela Vale. Por volta das 20h30 desse sábado (16), parte da localidade foi evacuada pela Defesa Civil e pelo Corpo de Bombeiros. As sirenes da mina foram acionadas e muitos moradores entraram em pânico. 

Segundo o porta-voz dos bombeiros, Pedro Aihara, a medida tem como objetivo “reduzir o fluxo de entrada na cidade para diminuir os impactos de uma eventual retirada de emergência ou da própria evacuação”. Quem precisar sair de lá deve passar por dentro do Condomínio Pasárgada.

Histórico

Cento e setenta moradores de 49 casas do distrito precisaram sair de casa às pressas. Eles foram encaminhados ao Centro Comunitário da cidade. De lá, foram levados para dois hotéis em Belo Horizonte. 

A barragem tem aproximadamente 3 milhões de metros cúbicos de rejeito com estrutura a montante (construída com o próprio rejeito). Até o início da noite, ela estava no nível 1 em risco de rompimento, mas foi modificada para nível 2, seguindo o protocolo de segurança.

Medo em Minas

Macacos é a terceira cidade a ser evacuada por risco de rompimento em barragens nas duas últimas semanas. Em Barão de Cocais e Itatiaiuçu, na região Central, inúmeras famílias também precisaram sair às pressas no dia 8 de fevereiro, por risco de rompimento de barragens da Vale e da ArcelorMittal. Desde então, elas permanecem em hotéis sem saber quando poderão voltar aos lares.

Leia mais:

Moradores de Macacos, na Grande BH, estão sob impacto de alerta sobre barragem
Agência Nacional de Mineração recomenda extinção de barragens a montante até 2021