Um acidente com três ônibus do Move deixou 43 feridos no início da noite desta segunda-feira (21) na avenida Antônio Carlos, altura do bairro São Francisco, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. Segundo o Corpo de Bombeiros, entre os feridos há duas mulheres grávidas.

Os militares fizeram o resgate das vítimas; todas tiveram ferimentos leves. Elas foram levadas por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para os hospitais Risoleta Neves, Odilon Behrens e Pronto-Socorro João XXIII.

O estudante Saulo Junior estava em um dos ônibus envolvidos no acidente e cortou o dedo. Ele reclama que o motorista corria muito. "O ônibus ia muito rápido, começou a balançar, subiu no meio fio, voltou para a pista e bateu no ônibus da frente."

Já o armador Kleiver Ferraz, que voltava para casa no bairro Jardim Leblon, em Venda Nova, conta que sentiu no ônibus “um forte cheiro de fluido de freio desde o Centro”. Além do susto, ele sofreu escoriações nas costas e ombro e aguardava dentro da ambulância do Samu para ser levado ao hospital.

A babá Rosemeire Aparecida dos Santos estava sentada ao lado do marido no coletivo. O casal voltava para casa no bairro Céu Azul, também em Venda Nova. “Meu marido machucou a cabeça e foi em outra ambulância para o João XXIII. Eu machuquei a boca e o joelho, mas estou bem”.

Os três estavam no ônibus da linha 5550 (Estação Pampulha/Estação Ponto São José) e tiveram ferimentos leves. Bastante assustados, eles disseram que o ônibus estava muito cheio e, com a batida, todos foram arremessados para a frente. “A gente viu muita gente sangrando e isso chocou muito”, diz Rosemeire.

Acidente Antônio Carlos

De acordo com a Polícia Militar, um ônibus da linha 5550 (Estação Pampulha/Estação Ponto São José) trafegava pela faixa da esquerda, quando parou em uma das estações. O veículo que vinha logo atrás, da linha 5107 (Estação Pampulha/Savassi), não conseguiu frear e colidiu contra a traseira do desse veículo. Na batida, o 5107 também bateu na lateral de um veículo que fazia a linha 411C (Terminal São Benedito / Belo Horizonte – Via Avenida Antônio Carlos), do Move Metropolitano.  

O tenente Lobato, do Batalhão de Trânsito, deu mais detalhes sobre o acidente:

A BHTrans informou que, por causa da batida, o trânsito ficou complicado no sentido Centro. Por volta das 20h, o trânsito voltou a fluir, de acordo com o órgão municipal:

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH) informou que as causas do acidente com os veículos do MOVE ainda estão sendo investigadas pela Polícia Civil de Minas Gerais. A entidade esclarece que os veículos do sistema cumprem rigorosamente os cronogramas de fiscalização elaborados e executados pela Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) e que promove periodicamente treinamentos de reciclagem e capacitação para os operadores.