Um motorista de 25 anos morreu no início da manhã desta segunda-feira (30), após a van que ele conduzia - e que estaria fazendo transporte clandestino - se envolver em um acidente com um caminhão no bairro João Pinheiro, na região Noroeste de Belo Horizonte. Além do jovem morto, outras quatro pessoas que estavam nos dois veículos ficaram feridas, sendo um deles mais gravemente. 

A batida aconteceu por volta das 5h20 no cruzamento da avenida Vereador Cícero Idelfonso com a rua Marquês Lavradio. O cruzamento possui um sinal de trânsito, mas ainda não se sabe qual dos dois veículos teria desrespeitado a sinalização. 

O Corpo de Bombeiros foi acionado até o local para dar apoio ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que já fazia o resgate dos feridos. Os militares então fizeram o desencarceramento do motorista morto, que ficou preso às ferragens. 

Segundo a assessoria de imprensa do Samu, os feridos eram uma mulher de 24 anos, que se queixava de dor na lombar e nas costas, um homem de 30 anos com dor lombar, cervical e corte na cabeça, e dois homens de 40 anos, sendo que um deles estava inconsciente, com sangramento no ouvido e um ferimento no olho. Todos eles foram encaminhados para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, no centro da capital. 

Clandestino

Informações não oficiais recebidas pelo Hoje em Dia apontam que a van envolvida no acidente fazia o transporte clandestino de passageiros entre o bairro San Genaro, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e o centro da capital mineira.

Procurada, a assessoria do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) informou apenas que o veículo estava com a documentação em dia e sequer possuía multas.

Entretanto, a ocorrência da Polícia Militar (PM) não havia sido finalizada até cerca de 14h30 e, por isso, não seria possível confirmar que se tratava de uma van clandestina ou sobre a dinâmica do acidente.

"Sempre educado e alegre", dizem passageiros da van

Nas redes sociais, dezenas de usuários do transporte clandestino se solidarizam com a morte do motorista de 25 anos. "Que tristeza, esse rapaz era muito educado e alegre. Deus conforte o coração da família e dos amigos", escreveu uma mulher. "Era um menino novo, cheio de vida, super educado e sempre tratando as pessoas bem. Quem já pegou van com ele sabe, vai fazer muita falta", escreveu um jovem. 

Enquanto algumas pessoas dizem que o motorista morto teria avançado o sinal vermelho, outros contestam a informação, que teria sido repassada pelo motorista do caminhão à polícia. "A verdade é que o documento da van estava em dia e do caminhão atrasado. Testemunhas e passageiros falaram que a van passou no sinal verde e o caminhão avançou, eu estava lá", escreveu uma mulher em resposta a um homem que criticou o motorista morto. 

"Antes que os juízes do Facebook venham proferir suas sentenças, lembrem-se: morreu um trabalhador, pessoa que tava na luta diária, indo atrás do ganha pão honestamente. Não o conhecia como amigo, mas como passageiro", completou um outro passageiro. 

Leia mais:
Batida com motorista bêbado deixa quatro mortos na BR-365; vídeo mostra ônibus e carreta em chamas
Caminhão tomba e rodovia BR-356, em Ouro Preto, é parcialmente interditada
Grávida e idosa ficam feridas em batida no Anel Rodoviário neste domingo