Em um publicação na noite desta sexta-feira (8) em sua conta no Twitter, o governador Romeu Zema (Novo) anunciou que os acidentes fatais em rodovias estaduais sofreram uma redução de 25% no Carnaval de 2019. Se em 2018 foram 24 pessoas mortas em acidentes no Estado, neste ano o número caiu para 18 óbitos. 

Conforme o tuíte do governador, que faz um balanço de todas as ocorrências policiais durante a folia, foram realizadas mais de seis mil operações policiais as rodovias mineiras, com mais de 84 mil veículos fiscalizados e 924 veículos removidos para pátios. Também foi registrada uma redução de 15% no número de vítimas com ferimentos em acidentes, passando de 271 no ano passado para 230 neste ano. 

O número de veículos fiscalizados pela Polícia Militar (PM) também sofreu aumento, passand de 84.812 para 85.110, cerca de 0,35%. Já com relação à prisões por crime de trânsito, o aumento foi mais significativo, conforme o post de Zema. O número subiu 39%, passando de 23 prisões em 2018 para 32 neste Carnaval. 

Confira o vídeo com o balanço publicado por Zema nas redes sociais:

Rodovias federais

Nas estradas federais que cortam Minas Gerais, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou nove mortes durante o feriadão de Carnaval, segundo balanço divulgado pela corporação na quinta-feira (7). Este é o menor número em dez anos, uma redução de 61%, na comparação com 2017, que teve 23 mortos, e 18% menor do que em 2018, quando a Operação chegou ao fim com 11 pessoas mortas. 

A PRF contabiliza reduções também entre totais de acidentes e feridos. Em 2019, foram 148 colisões, enquanto em 2018 e 2017 foram 175 e 340, respectivamente. Do total de feridos, enquanto 2019 apresentou 193 vítimas, em 2018 este número foi 201 e em 2017 foi 386. 

Já as multas por excesso de velocidade dispararam, foram 8.233. Os agentes também aplicaram outras 1.145 multas por ultrapassagens proibidas. Ao todo, 6.945 testes do bafômetro foram realizados, o que levou à autuação de 114 pessoas e à prisão de oito. A operação da PRF começou na sexta-feira (1º) e terminou nessa quarta-feira (6) de Cinzas.

Leia mais:
Fechamento de ruas para o Carnaval desagrada alguns moradores e será discutido na Câmara
Crianças e adolescentes fazem farra com álcool e drogas durante a folia
Subnotificação pode esconder números reais da importunação sexual no Carnaval