O saldo de mortos em acidentes nas rodovias federais que cortam Minas é de assustar. Foram 294 óbitos nos primeiros seis meses de 2019, média de 1,6 óbito por dia nas BRs do Estado.

Levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF), divulgado nesta quarta-feira (24), revela que, apesar da triste estatística, os acidentes foram menos fatais se comparados aos do mesmo período do ano passado. 

No primeiro semestre de 2018, 304 mortes foram registradas nas rodovias federais de Minas, 10 a menos que neste ano. No entanto, a quantidade de feridos subiu de 5.280 para 5.309 no comparativo desses seis meses.

Houve diminuição, também, nos registros dos acidentes, de 4.637 no ano passado para 4.031 em 2019. De acordo com o porta-voz da PRF, inspetor Aristides Júnior, a redução se deve ao aumento da fiscalização e à conscientização dos motoristas.

"Tivemos um reforço na fiscalização por causa da Copa América, e o número maior de operações pode ter inibido a ação dos infratores. Além disso, também tivemos a colaboração dos motoristas", declarou. 

Segundo ele, o segundo semestre tende a ser mais violento em decorrência das férias de julho e dezembro. "Geralmente, temos mais acidentes e mortes neste período", contou.

Balanço

O balanço da PRF mostra que a BR-040 foi a que mais teve acidentes com mortos em 2019. Até 30 de junho, foram 75 óbitos em 820 acidentes, que deixaram 1.006 feridos. 

A BR-381 registrou 1.197 acidentes com 65 mortes e 1.595 vítimas machucadas. Em terceiro lugar no ranking aparece a BR-116, com 37 mortes e 700 feridos em 529 acidentes.

Aristides Júnior diz que a posição das rodovias mais violentas deve mudar no decorrer dos próximos meses. "A BR-381 sempre tem os maiores índices de mortes. Em geral, representa 1/3 dos acidentes com mortes no Estado", explicou.

Em todo o ano de 2018, a 381 teve 171 mortes contra 127 da 040. Em 2017, a diferença foi ainda maior, com 222 óbitos na 381 e 145 na 040.

Tipos de acidente

Neste ano, as batidas de frente provocaram a maior quantidade de óbitos nas estradas mineiras: 89, no total. Atropelamento de pedestres e saída de pista aparecem em seguida, com 43 e 38 óbitos cada, respectivamente.

Leia mais:

Caminhão tanque explode e motorista morre na BR-381; congestionamento ultrapassa os 13 km
BR-040 terá 27 interdições parciais para obras de manutenção; confira os trechos