Um homem de 39 anos foi baleado por engano no início da manhã desta quarta-feira (10) no bairro Santa Efigênia, região leste de Belo Horizonte. O responsável pelo tiro é um médico, de 65 anos, que é tenente-coronel reformado da Polícia Militar que teria confundido o homem com suspeitos de arrombar um veículo em frente a uma igreja na área hospitalar.
 
Conforme a PM, João Paulino de Araújo Filho estava no Hospital de Pronto-Socorro (HPS) João XXIII acompanhando a esposa grávida. No início da manhã, ele teria presenciado dois homens arrombando um Hyundai, de cor preta, na avenida Alfredo Balena, em frente ao número 110.

Filho e outras pessoas resolveram tentar impedir a ação, porém, um dos possíveis criminosos sacou uma arma. No mesmo instante, o policial reformado viu toda a confusão e também seguiu ao local, quando ele teria visto um dos suspeitos sacando um revólver e escutou barulho de tiros.

Ainda de acordo com a polícia, o médico sacou sua arma ponto 40 e também efetuou disparos. Mas quem acabou levando um tiro na perna foi João. Ele foi socorrido e levado ao HPS, onde segue internado. Já o policial reformado foi detido e levado a Delegacia de Plantão no Centro. O veículo teve um dos vidros quebrado e os suspeitos do arrombamento fugiram.