Um homem de 46 anos foi morto com nove tiros em Sarzedo, na Grande BH, na madrugada desta segunda-feira (28). A vítima pode ter sido assassinada por vingança, já que estava sendo acusada pela própria irmã de ter estuprado a filha dela, de 5 anos. O suspeito de cometer o crime ainda é desconhecido pela Polícia Militar (PM), portanto, ainda não foi localizado.

Pouco depois da meia-noite, a PM foi acionada por uma pessoa, que informou a morte de um homem na avenida José Ambrósio, bairro Brasília. Quando os policiais do 48° Batalhão chegaram ao local, Wilson Inocêncio realmente já estava sem vida.

O irmão da vítima disse aos militares que a irmã deles e o marido estavam em uma delegacia registrando uma queixa de estupro sofrido pela filha. O suspeito de cometer o abuso seria Wilson. A partir deste fato, o homem acredita que Wilson foi morto devido a essa acusação, mas não soube indicar quem poderia ter o assassinado.

Policiais civis foram à rua do crime, onde realizaram perícia e constataram que Wilson foi morto com tiros na testa, em um dos olhos, no lábio, queixo, costas, orelha, ombro e ainda teve a cabeça lesionada por espancamento. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML).