Um adolescente, de 15 anos, foi morto após levar um tiro do próprio irmão, de 17, em Timóteo, no Vale do Aço. De acordo com a Polícia Militar, o autor do crime confessou que fez o disparo acidental enquanto manuseava uma arma, na noite dessa quinta-feira (28). 

A princípio, a suspeita era de que um jovem com quem a vítima tinha desavenças fosse o autor. Antes de morrer, o adolescente havia dito ao médico que o atendeu que suspeito do disparo era uma pessoa da região com quem ele tinha uma briga por ponto de tráfico de drogas. Mas após diligências na casa desse rapaz, os policiais descartaram a participação dele no crime.

Em seguida, os militares foram até a casa da vítima, no bairro Novo Tempo, e uma testemunha contou que o autor dos disparos seria o irmão mais velho do rapaz e que o tiro teria sido feito de forma acidental. 

De acordo com os militares, após receber a notícia de que o irmão não resistiu aos ferimentos, o adolescente confessou que estava manuseando uma arma por curiosidade e que acabou efetuando um disparo no peito da vítima. Ele informou ainda que havia retirado os cartuchos da arma, mas não percebeu que tinha esquecido de remover um deles. O disparo acidental teria ocorrido após ele fazer o acionamento de gatilho.

A arma foi apreendida e o menor foi levado para a delegacia de plantão de Ipatinga, também no Vale do Aço.