Dois dias após um adolescente de 15 anos ficar gravemente ferido e correr risco de ter a perna amputada por conta de uma linha chilena, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, um outro garoto, de 13 anos, acabou ferido nas duas pernas também por este tipo de linha, desta vez em Varginha, no Sul de Minas. O acidente aconteceu na tarde desta segunda-feira (22). 

Conforme o Corpo de Bombeiros do município, o adolescente foi atingido em ambos os membros na altura da canela. A linha ficou presa na catraca de uma motocicleta e acabou agindo como uma espécie de guilhotina nas pernas da vítima, que caminhava junto com o seu pai no passeio de uma rua do bairro Barcelona. 

Quando os militares chegaram ao local, encontraram o garoto já sendo amparado por um enfermeiro que presenciou o ocorrido. Após fazerem curativos para estancar o sangue, o menor foi conduzido para o Hospital Bom Pastor, em Varginha. A reportagem tentou contato com a unidade de saúde, que não divulgou o estado de saúde do garoto. 

Na região onde o garoto foi atingido pela linha chilena estavam vários adolescentes e crianças que soltavam papagaio. Com isso, ainda segundo os bombeiros, um menino de 11 anos foi identificado como proprietário da linha que causou os cortes na vítima. A Polícia Militar (PM) foi acionada para adotar as devidas providências. 

linha chilena
A linha que causou o acidente foi apreendida 

Risco de amputação

No último sábado (20), Gabriel Lucas Alves de Nascimento, de 15 anos, caminhava tranquilamente pelo passeio após sair do seu treino de futebol, quando teve a perna atingida por uma linha chilena que ficou presa em um ônibus, em Betim. O corte foi tão profundo que chegou a atingir nervos e artérias, fazendo com que ele perdesse cerca de 60% do sangue no local do corpo. 

O adolescente, que sonhava em ser jogador de futebol, segue internado no Hospital Regional do município. Segundo o boletim médico divulgado nesta segunda-feira (22) pela unidade de saúde, o quadro de saúde dele é estável, mas uma terceira cirurgia vascular é avaliada e "a possibilidade de amputação não foi descartada pela equipe médica". 

Leia mais:
Ferido por linha chilena faria teste em time profissional nesta terça; amputação não foi descartada
Campanha promove blitz contra o cerol em Contagem e distribui antenas
Garoto de 15 anos sofre cortes profundos nas pernas após ser atingido por linha chilena
Atendimento a vítimas feridas por cerol aumenta 85% no Hospital João XXIII