Sangue frio. Assim pode ser descrito um adolescente de 15 anos que, nesta terça-feira (27), levou o pai do garoto de 12 anos que foi assassinado por ele até o local onde havia deixado o corpo. O crime aconteceu na cidade de Conceição dos Alagoas, no Triângulo Mineiro. 

Segundo as informações da Polícia Militar (PM), a corporação foi acionada por volta das 13h pelo pai da vítima que estava nos fundos de uma olaria, próximo de um córrego. Chegando ao local, os militares souberam que o suspeito levou o homem até o corpo do filho e foi embora assim que eles chegaram. 

Localizado, o adolescente confessou aos policiais que matou o menino para roubar o seu celular, tendo primeiro o enforcado e, em seguida, usado uma pedra para dar pancadas na cabeça da vítima. 

Após a morte, ele então arrastou o corpo até o córrego, onde jogou também a bicicleta Caloi 10 que era da vítima. O menor relatou ainda que o crime aconteceu às 16h de segunda-feira (26). 

Pai acreditava que menino tivesse escorregado nas pedras

Segundo informações divulgadas nesta quarta-feira (28) pela Polícia Civil (PC), o pai da vítima falou aos policiais que o filho poderia ter escorregado e batido a cabeça nas pedras de um riacho. Mas, devido aos vestígios de morte violenta encontrados no local, os policiais suspeitaram de um possível latrocínio (roubo seguido de morte).

O adolescente apontado como suspeito negou, inicialmente, qualquer envolvimento com o ato infracional análogo a homicídio, mas ao ser confrontado a partir de contradições, acabou confessando que teria matado o menino para ficar com o aparelho celular dele.

O telefone da vítima foi localizado e apreendido na casa do suspeito, que foi apresentado à Justiça Pública da referida Comarca.

*Com Cinthya Oliveira

Leia mais:
Comerciante é morto com 17 facadas e mulher e filha são detidas sob suspeita de envolvimento
Mulher é presa pela PM após ser denunciada pelo próprio filho por furto de celulares
Conselheiro tutelar é preso por armazenar imagens pornográficas de adolescente