Uma adolescente de 14 anos teve o olho perfurado por outra jovem, de 18 anos, na noite dessa quinta-feira (3), em Campos Altos, no Alto Paranaíba. A vítima foi encaminhada para um hospital em Uberaba, no Triângulo Mineiro, para uma cirurgia de reconstrução do olho esquerdo. A suspeita da agressão, que teria usado uma tesoura, não foi localizada pela Polícia Militar.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima estava com uma amiga quando foram abordadas por dois conhecidos em um táxi, que pediram ajuda para localizar a esposa de um deles. O carro seguiu até o endereço da moça supostamente desaparecida e, ao chegar lá, verificaram que não havia sumiço nenhum.

No local, a dona da casa, de 18 anos, agrediu as duas jovens com tapas e puxões de cabelo. Um dos dois jovens que pediram para as meninas subirem no táxi entregou uma tesoura para a suspeita, que teria usado o instrumento para perfurar o olho da adolescente. Depois disso, a menina fugiu para casa, onde a mãe a socorreu e levou para a UPA da cidade.

Em depoimento aos policiais, a adolescente não explicou qual seria a motivação para a agressão. Contou apenas que é usuária de maconha e costuma comprar a droga da suspeita, mas que não havia dívida com ela.

A PM se deslocou até a residência onde mora a suspeita da agressão, mas ninguém foi encontrado no local. De acordo com o boletim de ocorrência, a casa estava aberta e revirada.