Na manhã desta quinta-feira (17) mergulhadores do Corpo de Bombeiros conseguiram resgatar das águas turbulentas de um rio em Poços de Caldas, no Sul de Minas, dois turistas, sendo um homem de 51 anos e sua filha, de 12. Eles estavam quase se afogando na represa Véu das Noivas, local que possui placas de sinalização, indicando o perigo e proibindo o acesso.

As vítimas são de Mauá, em São Paulo. A adolescente desconsiderou os avisos e foi para a beira da represa tirar fotos, quando escorregou e caiu, sendo arrastada pelas águas. O pai dela se jogou no rio para salvá-la e tentou segurá-la. Os dois acabaram sendo arremessados para a margem oposta e conseguiram se segurar em uma pedra até a chegada do socorro.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o local possui uma profundidade aproximada de cinco metros e correnteza forte, onde já aconteceram diversos afogamentos.

As equipes de Resgate e Mergulho da corporação viram as vítimas e dois bombeiros mergulhadores atravessaram a correnteza até se aproximarem dos turistas. Com o uso de cordas e boias, eles conseguiram resgatar os dois que, por pouco, não se afogaram. 

Orientação de segurança

De acordo com o Corpo de Bombeiros, quando uma pessoa começa a se afogar, não é recomendado entrar na água para evitar o risco de se tornar mais uma vítima. Nesses casos, é necessário utilizar algum objeto, como uma corda ou galho de árvore, ou ainda algo que flutue, como uma caixa de isopor, para que a vítima possa se segurar e ser resgatada com segurança.

Leia mais:

Homem tenta salvar filho e os dois morrem afogados em cachoeira de Araxá
Jovem de 19 anos morre afogado em clube de Varginha
Bombeiros fazem mais um resgate de pessoas ilhadas na Serra do Cipó