A pequena Albaretto della Torre, cidade de pouco mais de 250 habitantes localizada no norte da Itália, tem mais relação com Teófilo Otoni, cidade da região do Vale do Mucuri, do que você pode imaginar. Em maio deste ano, os moradores elegeram um mineiro, nascido em terras brasileiras mas que foi adotado e vive no município italiano desde os primeiros meses de vida, para ser o prefeito da cidade. Luca Borgna, de 31 anos, foi candidato de uma lista única de posição política neutra, tendo recebido 142 dos 157 votos válidos, sendo que, do total, somente nove foram em branco e seis nulos.

O italiano de origem brasileira teve sua candidatura apoiada pelo prefeito anterior, Ivan Borgna, que, apesar do mesmo sobrenome (que é um dos mais comuns no pacato município), não possui qualquer parentesco com o sucessor. Quando chegou em Albaretto della Torre, aos 2 meses de idade, Borgna era o único brasileiro vivendo entre os até então 200 moradores. Entretanto, atualmente, a cidade já é casa de outras três pessoas oriundas do Brasil, todas elas de Minas Gerais. 

"Ser brasileiro em uma pequena comunidade italiana é algo muito bonito hoje em dia. Há muito respeito, integração e colaboração", disse Borgna, em entrevista exclusiva à ANSA, agência italiana de notícias. Aijnda conforme a publicação, o novo prefeito já visitou o Brasil, sendo a última vez em 2014, quando esteve no Rio de Janeiro, antes da Copa do Mundo. "Acompanho a política no Brasil, mas não tenho um quadro tão completo da situação para poder comentar com precisão e de maneira pontual. Eu desejo ao Brasil um período de máximo desenvolvimento, um crescimento energético e o nascimento de mais grandes pensadores, para que a cultura se desenvolva e se crie bem-estar social a todos", comentou. 

Antes de ser prefeito da cidade, Luca Borgna já atuou como conselheiro (espécie de vereador no sitema político italiano) e assessor público. Ele é formado em Enologia (ciência que trata sobre o vinho) e trabalha como técnico agrário.

Ainda conforme a ANSA, no último dia dia 11 de junho o prefeito convocou seu primeiro Conselho Municipal para nomear sua Junta de governo. Nos seus planos para os próximos cinco anos, estão obras de infraestrutura para "tentar melhorar os serviços locais, como acesso à internet, já que vivemos em uma cidadezinha quase de montanha. Também tenho a ideia de fazer de Albaretto della Torre uma cidade gêmea brasileira. Seria lindo poder fazer isso com meu município natal", pontuou em entrevista à agência italiana. 

Mensagens de apoio

Em sua rede social, Luca Borgna vem recebendo imenso apoio tanto de seus eleitores na pequena cidade, como também de brasileiros de todas as partes, principalmente de Teófilo Otoni, orgulhosos pelo seu feito. 

"Parabéns, Luca!!! Que Deus possa ser seu conselheiro para realizar um mandato maravilhoso! Mãe te manda um beijo e ficou muito orgulhosa com a sua eleição", comentou uma moradora da cidade mineira. "Você nos orgulha em acreditar no brasileiro. Seu sucesso nos fortalece. Que Deus te abençoe sempre", elogiou outra mulher, moradora de Belo Horizonte. 

Uma brasileira do Rio Grande do Sul chegou a sugerir que o novo prefeito faça algo para estimular o turismo de brasileiros após o sucesso de sua eleição. "Sucesso na tua administração dessa cidade. Tens que criar uma página oficial e promover a cultura e o turismo deste local, milhares de brasileiros vão querer viajar para aí só para conhecer", pontuou. 

*Com ANSA

Leia mais:
Adolescente de 15 anos representa o Brasil em fórum na Bélgica
Obra de compositor brasileiro se intercala com estilo europeu para narrar dia
Deportação de brasileiros da Europa cresce quase 40%