Em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, dois homens foram presos após agredir um advogado. A agressão teria ocorrido depois que a vítima se recusou a pagar por um programa sexual com a dupla. Segundo a Polícia Militar, a vítima estava bebendo com outras três pessoas em um bar quando todos resolveram ir para um motel. Após manterem relações sexuais, o advogado revelou que não tinha dinheiro, iniciando uma discussão.

Ainda segundo os militares, o advogado levou chutes e socos dentro do estabelecimento. Ele ainda conseguiu correr até uma avenida, onde continuou apanhando. Uma funcionária do motel chamou a polícia e os suspeitos foram presos, entre eles um flanelinha, por lesão corporal e roubo. Na delegacia, o advogado contou a versão de que teria sido assaltado, porém foi desmentido pelo flanelinha.