A reportagem que você vai ler agora é daquelas de fazer bater feliz até o coração mais indiferente.

Na tarde de quarta-feira (24) o advogado mineiro Rafael Gonçalves usou o perfil no Facebook para contar que tinha perdido uma cliente, mas por um nobre motivo.

Isso porque ao invés de apenas orientar um casal sobre os documentos necessários para dar prosseguimento ao divórcio solicitado, o jovem de 26 anos, pediu que os clientes repensassem a separação.

"Como de praxe nas minhas consultas, anoto os documentos necessários à propositura da ação em meu bloco de anotações e solicito que o cliente traga a documentação, mas esse caso era diferente... Ouvi pacientemente a cliente sobre os motivos que a levavam ao divórcio, e como na maioria das ações desse tipo, era perceptível a ligação do casal e o amor que ainda existia entre as partes", escreveu o jovem na rede social.

Segundo Rafael, ele fez um pequeno questionário e pediu que a moça respondesse quatro perguntas a si mesma.

"Se após responder e analisar a situação com calma, longe do turbilhão de informações que estava lhe passando pela cabeça naquele instante, ainda assim resolvesse se divorciar, que bastava me trazer a documentação e eu botaria um fim naquela história", contou ele.

As perguntas feitas por Rafael eram simples:

- O que você fez pra tentar salvar seu casamento?

- O divórcio é a melhor opção hoje?

- Quais são suas maiores influências hoje?

- Quantos momentos superaram juntos e como se conheceram?

"Finalizei perguntando se ela tinha expectativa de encontrar alguém que lhe desse tudo que o marido não está dando no momento. Ela afirmou com a cabeça. Encerrei dizendo que, quando a grama do vizinho estiver mais verde, não necessitamos de ir visitá-la, experimentá-la. Basta regar a nossa grama. Na vida é a mesma coisa. Antes de trocar, tente consertar".

Por incrível que pareça, o casal voltou ao escritóro do advogado e devolveu as anotações, dispensando os serviços. "Resumindo: Perdi a cliente, mas ganhei um casal de amigos. São coisas simples da vida que valem a pena. E que essa história dure o tempo de Deus".

Confira na íntegra o relato do advogado:

 

 

Perdi uma cliente, mas ganhei um casal de amigos!Como de praxe nas minhas consultas, anoto os documentos necessários à...

Publicado por Rafael Gonçalves em Quarta, 24 de fevereiro de 2016