Um advogado foi detido nesta quarta-feira (15) depois de tentar passar celulares para seu cliente dentro da Penitenciária Jason Soares Albergaria, em São Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), o advogado foi flagrado tentando entrar no presídio com três aparelhos e três carregadores. Os policiais penais identificaram os celulares por meio de um equipamento de raio-X. O suspeito foi encaminhado para a delegacia da cidade.

No dia anterior, policiais penais fizeram outro flagrante. De acordo com a Sejusp, foram identificadas substâncias análogas à maconha dentro de um aparelho de rádio, enviado via Sedex, por familiares de um detento da unidade.

A Ordem dos Advogados do Brasil em Minas Gerais (OAB Minas) afirmou que está ciente e acompanha todo o caso do advogado detido. "Será instaurado processo ético-disciplinar para apurar eventual infração que seja incompatível com a idoneidade do exercício profissional e que tenha sido cometida pelo advogado. A Ordem mineira repudia qualquer prática de atos ilícitos", afirmou a entidade por nota. 

Leia mais:
Corpo de mulher é encontrado em geladeira no bairro Planalto