Os belo-horizontinos que querem a retomada das atividades do Aeroporto da Pampulha perderam mais uma batalha:  a Gol Linhas Aéreas vai encerrar suas operações no terminal em agosto. A empresa tinha retomado as operações no aeroporto no dia 22 de janeiro, com a rota São Paulo (aeroporto de Congonhas) - Belo Horizonte.

A princípio, os voos seriam diretos (sem escala), mas uma decisão do Ministério dos Transportes revogou a portaria que autorizava voos comerciais de longa distância entre o terminal de Belo Horizonte e outras capitais, impedindo que a empresa voasse no trecho em voo direto. A alternativa que a Gol encontrou para continuar operando na Pampulha, com viagens de origem e destino em Congonhas, foi a realização de escala no aeroporto Francisco Álvares de Assis (aeroporto da Serrinha), em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, o que aumentou o tempo de viagem e consequentemente o preço da passagem.

Em nota, através da sua assessoria de comunicação, a Gol Linhas Aéreas informou que “acredita no potencial de Pampulha para voos com destino a grandes cidades e foco nos clientes que viajam a negócios. Com a restrição desse aeroporto a voos regionais, optou por realizar a suspensão da rota entre Juiz de Fora e Pampulha a partir de 4 de agosto, até que os órgãos regulares competentes deliberem favoravelmente sobre a Portaria 911”.

Com a suspensão das viagens da Gol entre Belo Horizonte e Juiz de Fora, automaticamente, as viagens entre o aeroporto da Pampulha e o aeroporto de Congonhas também ficam suspensas, já que, na Pampulha não são permitidos voos diretos entre capitais.

Portaria 911

No dia 24 de outubro de 2017, a pedido da prefeitura de Belo Horizonte, o ministro dos Transportes, Fernando Fortes Melro Filho, aprovou a Portaria 911/2017, que revogava a Portaria 376/2017, de 11 de maio de 2017, que proibia voos comerciais de grande porte no aeroporto da Pampulha. No dia 17 de janeiro de 2018, o ministro dos Transportes substituto, Maurício Quintella Lessa, suspendeu os efeitos da Portaria 911/2017, reestabelecendo a Portaria 376/2017, acatando decisão cautelar do Tribunal de Contas da União (TCU), que em 27 de dezembro de 2018, restaurou a vigência da Portaria 376/2017.

Passaredo

A Passaredo Linhas Aéreas, que também operava voos no aeroporto da Pampulha, na rota Belo Horizonte - Ribeirão Preto, encerrou as atividades na capital mineira nesta quarta-feira (30).

Em nota, a empresa informou que realiza uma readequação de sua malha de rotas. A Passaredo informou também que vai trabalhar novas rotas no Triangulo Mineiro. “A partir do dia 03 de junho de 2018, iniciamos novas operações nas cidades de Uberlândia e Goiânia. Serão voos diretos ligando Uberlândia a Guarulhos e Goiânia”.

A Passaredo informou que todos os passageiros que adquiriram passagens para voos posteriores ao fim das operações da empresa na Pampulha serão reacomodados em voos de outras companhias, ou terão o valor do bilhete reembolsado sem qualquer taxa ou penalidade, conforme determina a regulamentação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Os passageiros serão contatados pela Passaredo para as tratar da reacomodação ou reembolso. Para mais informações os clientes da empresa poderão entrar em contato com a Passaredo através do serviço de atendimento ao consumidor no telefone 0800 7703757 ou pelo e-mail sac@voepassaredo.com.br.