Dois celulares, um carregador, bateria, chip e maconha. Esse foi o material encontrado com um agente penitenciário dentro da Penitenciária José Maria Alkimin, em Ribeirão das Neves, na Grande BH, nesta quinta-feira (10). É o segundo caso envolvendo agentes flagrados com celulares em unidades carcerárias da região metropolitana em dois dias anunciado Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi), por meio da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds).

Em nota foi informado que o homem já estava sendo monitorado pelo setor de Inteligência e pela direção da unidade. Militares foram acionados para registrar o boletim de ocorrência. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Outro caso

Um outro agente penitenciário do Centro de Remanejamento de Presos de Betim, na Grande BH, suspeito de entregar celulares a detentos da unidade prisional foi afastado do trabalho. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (10) pela Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi), por meio da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), embora o afastamento do agente tenha ocorrido na quarta-feira (9). Segundo a Seds, Pedro Henrique Soares Martins vai responder a um processo administrativo e criminal.

(*) Com informações da Seds.