Em mais uma fiscalização de rotina, quatro aparelhos celulares e dois carregadores foram apreendidos dentro de uma cela do Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

A vistoria ocorreu na manhã dessa segunda-feira (1º). Segundo a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), a cela onde os objetos foram encontrados é individual e o preso que estava no local assumiu a posse do material.

A secretaria informou ainda que o detendo irá responder por falta grave e será submetido à Comissão Disciplinar da unidade, podendo ainda sofrer sanções e que um procedimento interno vai apurar o fato.

Mais problemas

No mesmo dia, uma ocorrência envolvendo presos e agentes da Nelson Hungria terminou com dois detentos feridos. Segundo a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), por volta das 11h, durante o banho de sol, agentes precisaram conter um preso que tentava agredi-los. "Na ação, dois presos sofreram ferimentos leves devido a disparos de munição menos letal. Eles foram encaminhados para a enfermaria da unidade, onde foram atendidos. A direção irá instaurar um Procedimento Interno para apurar o fato", completou a secretaria. 

O advogado e ex-presidente da Comissão de Assuntos Carcerário da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MG), Fábio Piló, afirmou que os presos se recusaram a sair para o banho de sol e reivindicaram a presença do diretor, o que teria sido negado.