Um caso suspeito de coronavírus foi identificado nesta quinta-feira (12) em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a prefeitura, a paciente é uma jovem que veio da Alemanha na semana passada para participar de um trabalho voluntário em uma ONG do bairro Santinho. Ela apresentou sintomas como dores no corpo e de garganta.

No início da tarde desta quinta, equipes médicas usando máscaras e roupas apropriadas estiveram na ONG e a paciente foi levada para o Hospital São Judas para realização de exames, conforme protocolo. O estado de saúde dela é estavel.

Há pelo menos 14 pacientes estrangeiros com suspeita de coronavírus em Minas Gerais, segundo o boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta quinta-feira (12). São dois alemães, um húngaro, cinco italianos, dois americanos, um irlandês, um inglês e dois portugueses.

No Estado, são dois casos confirmados e 289 sob investigação.

De acordo com nota divulgada pela prefeitura, desde o início dos alertas da Organização Mundial de Saúde (OMS), a  Secretaria de Saúde vem orientando a população para adoção de medidas preventivas simples como a higienização das mãos com água e sabão várias vezes ao dia. Além de evitar o contato das mãos com os olhos, boca e nariz e locais aglomerados e sem ventilação. Outra recomendação é utilizar lenços descartáveis ao espirrar ou tossir.

O comunicado informou ainda que medidas de contingência foram planejadas por meio de um Comitê de Enfrentamento da Infecção a COVID-19.