A cidade de Alfenas, na região Sul de Minas, decretou situação de emergência devido ao temporal registrado no domingo (21). Por causa das fortes chuvas, uma mulher morreu eletrocutada. Ela estava em casa, na rua Benjamin Constant, quando recebeu a descarga elétrica. Um homem também foi atingido e foi socorrido em estado grave para o Hospital Alzira Velano.

Conforme a prefeitura, a tempestade com granizo e rajadas de vento começou por volta das 15h30. A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) informou que árvores caíram sobre veículos e ruas, interditando diversas vias do município. Fios de alta tensão também foram atingidos e, por isso, parte da cidade continua sem energia elétrica. Além disso, murros foram derrubados e casas destelhadas.

Um imóvel está ameaçado e teve que ser interditado. A prefeitura informou, ainda, que um posto de saúde, que fica na Praça Augusto Valadão, no bairro Chapada, também está fechado por causa de uma árvore que impede acesso ao prédio. Durante o temporal, a Defesa Civil da cidade e o Corpo de Bombeiros receberam 100 chamados.

A situação de emergência decretada pelo prefeito Maurílio Peloso tem validade de 180 dias. “Ainda não há possibilidade de dimensionarmos, o impacto de tudo o que foi deteriorado com essas chuvas, mas todos os servidores, especialmente das secretarias de obras, de meio ambiente e da defesa civil estão em diligências desde a tarde de domingo para sabermos o que realmente foi deteriorado: desde a pavimentação asfáltica, pontes, praças, estradas rurais, a equipamentos e prédios públicos que tiveram muitos impactos”, salientou o prefeito.