Belo Horizonte terá ponto facultativo nesta sexta-feira (16), devido ao feriado da Assunção de Nossa Senhora. O recesso foi anunciado na manhã desta terça-feira (13), pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD). Em tom de brincadeira, o líder do Executivo disse que foi ameaçado de envenenamento e que os filhos seriam sequestrados pelos funcionários.

O recado de Kalil foi publicado após a PBH ter informado, na noite dessa segunda-feira, que não haveria ponto facultativo. “Depois de ameaçado de envenenamento pelo funcionário que me serve o café, minha secretária avisar que vai sequestrar meus filhos, a inteligência das Polícias e Guardas avisar que pela revolta é impossível me proteger… Amedrontado, vou dar ponto facultativo na sexta”, escreveu o prefeito na rede social. 

 

O Hoje em Dia entrou em contato com a assessoria de imprensa da PBH, que confirmou o recesso. Com a mudança, os serviços da prefeitura devem ter horários de funcionamento ajustados, assim como o expediente no prédio do Executivo e nos demais órgãos. A programação oficial, alertando sobre o que funcionará durante o recesso, ainda não foi informada pela administração municipal.

Leia também:
PBH não emendará feriado e serviços funcionarão normalmente na sexta-feira
Governo decreta ponto facultativo após feriado de 15 de agosto