O cantor e pastor da Igreja Batista da Lagoinha, André Valadão, acabou bastante criticado após se espalhar nas redes sociais um vídeo em que ele aparece anunciando um cartão de crédito de sua marca "Fé" durante um culto na Batista Church Orlando, no Estados Unidos. Sem anuidade e com uma taxa de juros de 3%, o cartão é fruto de uma parceria com o banco BMG. 

Nas imagens que viralizaram na internet, o pastor aparece no púlpito da igreja com uma imagem do cartão de crédito ao fundo.

"Você está no cheque especial, você paga 11, 12, 14%. No cartão de crédito, você paga 30% de juros. Você então que encaixa nesse serviço, o banco ofereceu isso aqui, nunca fizeram isso antes, então é algo que eu achei muito legal, achei de Deus. Falei cara, bença, vai para cima, tira tudo quanto é taxa, deixa só a administrativa. A gente não quer nada com isso, se não abençoar as pessoas mesmo. Então, tem essa possibilidade, se serve para você, pro seu pai, pro seu tio, pro seu avô, não sei para quem que é, eles já estão com o crédito liberado para você. Não tem serasa, não tem nada, aleluia, dá um glória a Deus para isso aí, amém", disse Valadão antes de anunciar o número 0800 para quem quisesse adquirir o cartão. 

A reportagem do Hoje em Dia entrou em contato pelo telefone indicado pelo pastor. Antes de ser atendido por uma atendente, ouve-se uma mensagem gravada pelo líder da igreja. "Olá, aqui é o André Valadão. Você ligou para a central do cartão "Fé BMG". Eu fico feliz que você tenha ligado, por favor, aguarde um instante na linha que um de nossos consultores irá te atender", diz o áudio. 

Depois de pedir o número de CPF, a atendente explicou que o cartão é consignado, voltado apenas para aposentados, pensionistas e servidores públicos, uma vez que há um desconto mínimo em folha. Questionada sobre a possibilidade do cartão ser disponibilizado também para pessoas que não se encaixam nestes requisitos, a funcionária do banco BMG disse que por enquanto não seria possível, mas que poderia guardar o meu contato para o caso de alguma novidade. 

Após a divulgação das imagens, vários evangélicos criticaram o pastor nas redes. "Expectativa: 'Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro'. (Mt 6:24). Realidade: Valadão oferece cartão durante culto", publicou um internauta. "André Valadão vendendo cartão dentro da igreja, tá bom esse absurdo pra voces amigos?", criticou outro.

Apesar de ter gerado muitas críticas, alguns internautas defenderam a postura de Valadão. "Tem pessoas assustadas com o Valadão falando de cartão de crédito blá blá blá. Na minha visão, líder de adolescente e de jovens deveriam sim falar sobre finanças, isso traz consciência sobre a vida financeira. Crente também usa cartão de crédito pessoal", disse uma jovem. 

A marca "Fé" possui um site próprio onde são vendidos centenas de produtos diferentes com a tradicional marca, que pode ser vista diariamente na capital mineira na forma de adesivos em carros e motos. Os itens vendidos na página da marca vão desde camisetas e assessórios de celular, até semi-joias e relógios, sendo que estes últimos chegam a custar mais de R$ 400. 

site fé

 

Na noite desta segunda-feira (18), o pastor usou uma rede social para rebater as críticas. No vídeo ele explicou que a marca Fé foi criada em 2000 e está presente em vários segmentos e produtos e há poucos dias também passou a representar o segmento de crédito consignado. Segundo ele, em nenhum momento ele “linka” os produtos da marca com a fé das pessoas. “Em nenhum momento eu falo compre o produto da marca e seu casamento será restaurado, compre a marca Fé e Deus vai te perdoar dos seus pecados”, explica o pastor no vídeo.

Ainda segundo Valadão, quando ele falou na igreja sobre o novo produto, foi durante o horário de avisos do culto e quem estava lá sabe que há uma pausa onde os pastores dão avisos de cultos, de acampamentos e dos patrocinadores dessas programações. De acordo com ele, era um espaço para falar sobre o que está acontecendo fora da igreja. “Naquele momento eu falei do cartão, não foi durante uma oração ou uma pregação da palavra de Deus. Eu não misturo as coisas, a fé em Deus não pode ser comprada e quem me conhece sabe”, disse Valadão.

 Assista ao vídeo:

A reportagem do Hoje em Dia também procurou a assessoria da Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte, que se restringiu a informor que até agora sabe apenas que o cartão foi lançado e não conhecia nenhum detalhe do produto. 

Já assessoria de imprensa do banco BMG, se posicionou na tarde desta terça-feira (19) por meio de uma nota. "O Banco BMG esclarece que o BMGCARD, cartão consignado líder no mercado, consta no portfólio de produtos do banco e que o Sr. André Valadão atua como correspondente bancário, podendo ofertar e recomendar o BMGCARD. A instituição financeira explica, ainda, que o seu produto não tem qualquer vínculo direto com a marca Fé", conclui o texto. 


Leia mais:
Zema e Anastasia batalham para conquistar voto evangélico em Minas
Lugar de jovem: atrações e superprodução ajudam igreja a cair no gosto da moçada
Wesley Safadão é batizado em igreja evangélica durante retiro em Sabará
Bancada evangélica ganha espaço e consolida-se como a maior da Câmara de BH