Um plano de fluidez foi implantado no Anel Rodoviário, nos 10,5 quilômetros que vão do bairro Califórnia, na região Noroeste, ao bairro Olhos D'Água, na região do Barreiro de Belo Horizonte. Entre as medidas que integram o plano, está a construção de quatro passagens de contingência no trecho. Sob a administração da Via 040, o Anel Rodoviário passou a ter passagens de 40 metros de largura na barreira central da rodovia, que serão usadas em caso de acidentes graves que provoquem interrupção completa do tráfego. As ações foram implantadas depois que foram iniciadas as obras de recuperação do Anel Rodoviário em 13 de outubro.
 
As obras de construção das passagens localizam-se no km 536, próximo à avenida Tereza Cristina; no km 538, trevo do bairro Betânia; no km 541, na altura da entrada para o bairro Buritis; e km 542, próximo à passarela do bairro Olhos D’Água. De acordo com a Via 040, a escolha foi baseada no estudo das estatísticas de ocorrências registradas pelos órgãos de trânsito que atuam no Anel, delimitando, assim, os pontos com alto índice de acidentes.
 
Conforme a empresa, em caso de fechamento de pista, será feita a reversão do tráfego em uma das faixas de rolamento da pista contrária, garantindo o fluxo constante dos veículos. Esta manobra é realizada com base em um completo sistema de segurança, com a presença de agentes e viaturas da polícia, operadores viários da Via 040, isolamento por meio de cones e sinalização.
 
As passagens de contingência livrarão esta parte do Anel Rodoviário de interrupções prolongadas, que forçavam o fechamento da via por horas e afetavam o trânsito em várias ruas e avenidas de Belo Horizonte e outras cidades da região Metropolitana.
 
Readequação de pista
 
A partir de estudos de tráfego e simulações, foi feita também uma nova configuração da pista da BR-040 no sentido Vitória/Brasília, na região do bairro Olhos D’Água. Após o viaduto da Mutuca, está sendo feita a redução de três para duas faixas de rolamento com uso de cones, o que deixou uma faixa livre para quem faz o retorno com destino ao bairro Belvedere, na região Centro-Sul. Antes havia a necessidade de se parar o veículo e aguardar o melhor momento para acessar a rodovia. A medida, trouxe, então, mais fluidez ao trânsito.
 
Nos próximos dias os cones serão substituídos por um mecanismo móvel de estreitamento de pista. Serão usados mais de 100 balizadores no trecho, que são instalados no asfalto por meio do sistema de rosca. Assim, em ocasiões extraordinárias, como feriados, os equipamentos poderão ser retirados para garantir que o tráfego na BR-040 flua normalmente.
 
Segundo a Via 040, a medida reduziu, em média, o tempo de deslocamento em 15 minutos no horário de pico. Além disso, contribuiu diretamente para a redução de acidentes, pois, conforme a empresa, as retenções contribuem para o aumento de colisões traseiras e laterais.
 
Com o objetivo de orientar os motoristas, foram instaladas placas no trecho e disponibilizado um painel de mensagens variáveis com instruções. Será ainda feita uma nova pintura nas faixas de rolamento adequada à nova configuração da pista.