Anglo American anuncia retorno de operações Minas-Rio após derramamentos de 947t de minério

Anderson Rocha
21/12/2018 às 17:59.
Atualizado em 05/09/2021 às 15:42
 (Núcleo de Crimes Ambientais/MPMG)

(Núcleo de Crimes Ambientais/MPMG)

A mineradora Anglo American afirmou, nesta sexta-feira (21), que recebeu aprovações dos órgãos competentes para voltar a produção de minério de ferro Minas-Rio. O trabalho estava parado desde março, quando dois incidentes lançaram 947 toneladas de minério de ferro em cursos de água em Santo Antônio do Grama, na Zona da Mata mineira. 

Segundo nota da empresa, o reinício da operação vem após inspeção técnica do mineroduto de 529 km, que transporta o minério de ferro em forma de polpa da mina para o porto, além do reparo preventivo de certas seções da tubulação.

Essa inspeção, de acordo com a Anglo, foi feita por dispositivos especializados ("PIGs"), acompanhados por análise dos dados coletados por equipes "de especialistas do Brasil e do exterior", que confirmaram a integridade do duto.

Entre as ações, a empresa substituiu preventivamente um trecho de 4 km de tubulação onde ocorreram os dois vazamentos, nos dias 12 e 29 de março deste ano. 

Além disso, a mineradora afirmou que reduziu de cinco para dois anos os intervalos para as futuras inspeções por "PIGs" e instalou um sistema de fibra ótica de sensores acústicos, de temperatura e de vibração, ao longo de seções críticas da tubulação para monitorar seu desempenho.

"A rigorosa análise realizada confirmou a ótima condição do mineroduto, e ainda tomamos uma série de medidas preventivas para assegurar integridade a longo prazo", afirmou Mark Cutifani, CEO da Anglo American. 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por