A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deu sinal verde para a produção de novos respiradores pela empresa mineira Tacom nesta segunda-feira (3). O equipamento, desenvolvido com o apoio da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), chega ao mercado com valor mais acessível do que os produtos semelhantes, além de ser mais fácil de manusear.

De acordo com a Fiemg, a federação irá adquirir 1,5 mil respiradores a partir da próxima semana e os aparelhos serão doados ao governo do Estado, para que possam ser distribuídos a hospitais. A intenção é suprir, especialmente, a grande demanda de pacientes com sintomas graves decorrentes da Covid-19.

O produto foi desenvolvido com mão de obra multidisciplinar: médicos intensivistas, engenheiros, programadores e desenvolvedores. Com a homologação da Anvisa, a empresa mineira poderá investir na linha de produção para atender à demanda. Atualmente, há 2.924 pessoas internadas na rede pública em Minas por causa do novo coronavírus.