Um morador de rua foi preso por assaltar uma agência bancária, na Praça Raul Soares, região Central de Belo Horizonte.

De acordo com José Luiz Quintão, delegado da 3ª Delegacia da Polícia Civil Centro, Luiz Carlos da Silva de Paula, de 22 anos, praticava os delitos aos domingos, em função do pouco movimento de pedestres e clientes, e abordava mulheres desacompanhadas.

Ojovem utilizava força física e grave ameaça para levar, além de quantias em dinheiro retiradas nos caixas eletrônicos, celulares e outros objetos pessoais das vítimas.

Ainda segundo o delegado, a sequência de pelo menos seis assaltos nos últimos dois meses, fez com que policiais à paisana fossem posicionados nas imediações da agência, na manhã deste domingo (16), e pegassem o suspeito em flagrante.

Em defesa própria, Luiz Carlos da Silva disse que mora na rua e que roubava para não passar fome. Disse ainda que a companheira dele está grávida e que, por isso, precisava de dinheiro para comprar fraldas e outros produtos. 

O assaltante alega trabalhar como catador de produtos recicláveis, mas, segundo a Polícia Civil, tem diversas passagens policiais pelo mesmo delito. A pena por roubo é de 4 a 10 anos. O jovem precisa ser reconhecido pelas vítimas das ocorrências registradas.