Uma recém-nascida foi assassinada com requintes de crueldade assim que veio ao mundo em Santa Bárbara, na região Central de Minas Gerais. O crime bárbaro foi praticado pela mãe do bebê, uma adolescente de 16 anos.
 
De acordo com a Polícia Militar da cidade, a garota, grávida de nove meses, começou a sentir as dores do parto por volta de 17h desse domingo (4). Em seguida, a adolescente foi até ao banheiro de casa, no bairro Cleves de Faria, onde acabou dando à luz. No entanto, minutos depois de ver a filha pela primeira vez, a garota pegou a recém-nascida no colo e tentou sufocá-la. Mas, como não conseguiu matar a criança, a menor se armou com uma lâmina de barbear, cortou o pescoço da filha e ainda bateu a cabeça dela no vaso sanitário. Na sequência, a garota enrolou o bebê em um pano e jogou embaixo da mesa da sala da residência onde mora com a família, que não sabia que ela estava grávida.
 
Segundo os policiais, a recém-nascida foi socorrida pela mãe da garota, que chegou  em casa e questionou a filha sobre o embrulho que estava na sala, mas recebeu resposta de que era um absorvente sujo. Entretanto, a mulher preferiu pegar o embrulho e conferir se a adolescentes estava falando a verdade, mas se surpreendeu com a neta toda ensanguentada.
 
Surpresa, a mulher pediu ajuda para uma vizinha e as duas mulheres levaram mãe e filha para a Santa Casa Nossa Senhora das Mercês, onde a recém-nascida não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 22h desse domingo.
 
A adolescente permanece internada na unidade de saúde e, após receber alta, será ouvida pela polícia.