Após declaração de vice-presidente, jogadores espalham a #SomosGamersNãoAssassinos no Twitter

Anderson Rocha
14/03/2019 às 11:34.
Atualizado em 05/09/2021 às 17:47
 (Reprodução/ Pixabay)

(Reprodução/ Pixabay)

A hashtag #SomosGamersNãoAssassinos está entre os assuntos mais discutidos no ranking brasileiro do Twitter na manhã desta quinta-feira (14). A afirmação dos jogadores no microblog vem como posicionamento após o vice-presidente do país, Hamilton Mourão, ter afirmado que o massacre em Suzano (SP) pode ter tido influência de videogames violentos na formação de crianças e adolescentes. 

Usuários, jogadores ou não, têm postado opiniões referentes ao tema. Raphael M. Niepechi afirmou que "não se pode comparar alguém que tenha uma alma doente, alguém que já perdeu a empatia e amor com o próximo, por conta dessa 'doença', e acabar generalizando, como causa, o video game, e todos os que jogam". 

Outros têm usado o humor para posicionarem-se a favor da hashtag. "Eu jogo Mario e pulei em uma tartaruga desculpe", brincou Alessandro Gama. 

Veja algumas reações no microblog:

Jogo video game desde pequeno e nunca mataria alguem, nao sao os jogos que matam pessoas, pessoas de mente pequena sim #somosgamersnaoassassinos— Felipe Camargo (@Felipe__CS) March 14, 2019
Jogos não matam pessoas, armas não matam pessoas, filmes não matam pessoas, pessoas matam pessoas.#somosgamersnaoassassinos— RAO (@RaulDiniz210) March 14, 2019
A culpa não é dos jogos...E sim do portão pra dentro de casa. Muitas vezes lares desestruturados e não saudáveis, criam pessoas psicologicamente doentes!!!#SomosGamersNaoAssassinos pic.twitter.com/bLPfPPdqkZ— Adriana Feitoza - Handrixa (@AdrianaOFeitoza) March 14, 2019
Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por