Um acordo entre o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e a prefeitura de Congonhas, na Região Central do Estado, resultou no investimento de aproximadamente R$ 800 mil em obras de melhorias na acessibilidade de ruas da cidade.

As reformas nas avenidas Marechal Floriano Peixoto e Júlia Kubitschek, no Centro da cidade, foram inauguradas este mês e vai melhorar a locomoção de cadeirantes e pessoas com algum tipo de restrição.

Agora, após reclamações dos moradores, o promotor de Justiça Vinícius Alcântara Galvão está de olho no mal funcionamento dos elevadores dos ônibus.  “o sistema de elevadores dos ônibus tem que funcionar, tendo em vista a previsão legal. Não pode haver esse nível de fragilidade”, ressaltou Galvão.

O MPMG estipulou o prazo de 30 dias para que a empresa responsável apresente um laudo sobre as condições de acessibilidade do sistema de transporte público.