Detentos do presídio de Coronel Fabriciano, região do Vale do Rio Doce, voltaram a se alimentar no início da tarde desta sexta-feira (26). Os internos fizeram um protesto de 24 horas sem alimentação pedindo a suspensão da revista dos presos entre a saída e a entrada do banho de sol.

O procedimento de busca, de acordo com a administração da unidade, começou a ser adotado há pelo menos um mês e ocorre durante a saída e na volta do banho de sol.

Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) informou que os detentos fizerm um protesto pacífico e as mudanças na unidade foram necessárias para a rotina do banho de sol. Ainda de acordo com a pasta, os detentos retomaram a rotina normal da unidade, voltando a se alimentarem.