O trânsito entre os km 37 e 40, da BR-356, em Itabirito, na região Central de Minas, será liberado nos dois sentidos a partir desta quarta-feira (17). Desde o dia 21 de fevereiro, vinha sendo realizado no trecho o sistema “Pare e Siga”, porque a rodovia poderia ser atingida em um possível rompimento da Mina Vargem Grande, em Nova Lima. Os rejeitos levariam apenas quatro minutos para chegar ao trecho.

A decisão de liberar o trânsito na rodovia ocorreu durante uma reunião, realizada nesta terça-feira (16), em Mariana, contando com a participação de representantes da Defesa Civil de Minas Gerais, Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MG), Polícia Militar e Vale.

Segundo a Defesa Civil, o encontro teve por objetivo a apresentação de um estudo técnico elaborado por empresa contratada pela Vale que demonstrou a viabilidade de uma operação assistida na BR-356. Após análise pelos órgãos presentes, o estudo foi homologado pelo Poder Judiciário.

Dessa forma, o tráfego de veículos será liberado em ambos os sentidos simultaneamente. O local contará com uma estrutura de intervenção que funcionará 24 horas por dia. Em caso de qualquer situação que possa colocar em risco a segurança dos usuários da rodovia, esta estrutura será utilizada para adoção de todas as medidas necessárias para o estabelecimento das condições seguras para as pessoas.

A liberação total da pista está agendada para 20h. Antes disso, durante todo o dia, serão realizados treinamentos teóricos e práticos para capacitação da equipe envolvida.

Pare e Siga

Em fevereiro, quando a população de Nova Lima foi alertada sobre a elevação do risco de rompimento na barragem de Vargem Grande para o nível 2, a BR-356 teve de ser interditada por dois dias. Depois disso, a Polícia Militar assumiu um sistema de "Pare e Siga", feita de 10 em 10 minutos em cada sentido.

Para os motoristas que não quisessem enfrentar o sistema, a opção era MG-030 em Nova Lima, para seguir até Rio Acima e entrar em Itabirito. Com isso - cerca de 40 km a mais. 

Já para os veículos de carga as opções eram a BR-040 (até Ouro Branco) e a MG-443 (até Ouro Preto). 

Evacuação

De acordo com nota enviada pela Vale, a liberação resultará em melhorias no fluxo de veículos e em maior segurança para os usuários, inclusive na hipótese de rompimento. O acordo prevê, dentre outras ações, a instalação de novas placas informativas nos locais com risco de inundação e áreas seguras e o uso de balizadores flexíveis nas linhas divisórias da via para evitar motoristas na contramão, além do aumento do número de pessoal para atendimento aos usuários, especialmente nas áreas de escape.

"A equipe de evacuação e emergência da empresa permanecerá em alerta 24 horas por dia, com rádios de comunicação direta com a sala de monitoramento geotécnico, com autonomia para intervenção no tráfego assim que identificada qualquer anormalidade nos monitoramentos da barragem Vargem Grande. Além disso, está preparada para orientar os condutores de veículos para as áreas seguras existentes na rodovia. Em caso de emergência, a via será interditada nos dois sentidos entre os quilômetros 37 e 40 e os usuários que nela se encontrarem devem seguir as orientações da equipe de evacuação e emergência e as indicações das placas orientativas", afirma a empresa.

Uma opção de trajeto é pela rodovia ITA 140, de acordo com a Vale. A via de 20 quilômetros de extensão liga a BR-356, em Nova Lima, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Estadual, à BR-040, em Itabirito.

Leia mais:
Após dois dias interditado, trecho da BR-356 é liberado no Sistema Pare e Siga