Uma das unidades do Grupo Tauá de Hotéis, o Tauá Resort Caeté reabrirá suas portas ao público nesta sexta-feira (15), seguindo, como a empresa informa, “todas as recomendações do Ministério da Saúde, da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Anvisa contra a Covid-19”. O mesmo acontecerá com o Grande Hotel Termas de Araxá e o Tauá Resort Atibaia (SP), ambos com abertura prevista para 5 de junho.

De acordo com a direção do hotel, localizado em Caeté, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a primeira fase desta retomada do funcionamento englobará 20% da capacidade de ocupação dos resorts, e as atividades de lazer serão realizadas em áreas externas e dentro de normas vigentes, respeitando o distanciamento.

Etapas posteriores incluem serviços com limitação da capacidade e pré-agendamento e também o aumento da ocupação de hóspedes. Porém, estas medidas ainda vão depender de avaliação do cenário da Covid-19 em âmbito estadual.

Segundo o diretor de operações do Grupo Tauá de Hotéis, Felipe de Castro, todas as recomendações para reabertura estão sendo seguidas e a volta das atividades será feita de maneira progressiva. “A abertura de nossos hotéis está seguindo as recomendações da Anvisa e Ministério da Saúde. Vamos trabalhar as nossas aberturas em qautro fases, sendo a fase 1 muito focada em uma limitação de apartamentos de até 20%, com procedimentos e processos focados na segurança do nossos emocionadores e clientes e com atividades externas. As próximas fases seguirão com abertura de serviços e espaços, porém com limitação de capacidade até chegarmos a fase 4, onde a operação voltará a sua normalidade", explica.

O executivo ainda explica que foi montado um comitê de crise para acompanhamento de todas a mudanças das normas, mercado e tendências. Também foi alterado todos os procedimentos operacionais, com investimentos e treinamentos. "Investimos mais de R$ 400 mil em equipamentos e materiais, como máquinas de ozônio para higienização dos quartos, equipamentos de pulverização para desinfecção de áreas externas, túnel de desinfecção para os emocionadores e diversos pontos de álcool em gel. Mediremos a temperatura de todos nossos emocionadores e de nossos clientes para garantirmos a maior segurança possível neste momento”, completa. 

A prefeitura de Caeté não respondeu às mensagens enviadas sobre o assunto.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais informou apenas que “analisa amplamente a situação da Covid-19 no Estado e orienta as prefeituras para que suas decisões sejam tomadas de forma a não oferecer riscos à população. Uma vez publicadas as diretrizes, cabe aos municípios, que têm autonomia em suas definições, promover as avaliações para posterior adoção dos protocolos”.

Tauá