Obstinado, o porteiro Geraldo José Amâncio, de 45 anos, demorou seis horas e meia para retirar do solo uma mandioca de cerca de cinco metros, a maior que ele já viu por ali, em Três Pontas, no Sul de Minas. Geraldo ficou tão impressionado que nem mesmo almoçou ou saiu para descansar durante o tempo da escavação. Veja o vídeo:

"Comecei as 10h e terminei só 16h30. Eu nem saí pra almoçar, pra nada, me trouxeram uma garrafa de água. Eu estava capinando uma parte do sítio do meu sogro onde tem café plantado e tinha uma mandioca lá no meio do café. Aí fui capinar ali e comecei a escavar a mandioca. Percebi que ela só ia espichando e como sou muito teimoso, fui indo atrás", lembra. 

Ele ainda comenta que, embora o pedaço que foi retirado da terra some cerca de cinco metros, o equivalente a altura de uma casa, ainda havia muita mandioca por baixo. "Se eu continuasse escavando ia dar uns 10 metros de mandioca. Mas já estava muito cansado", diz. 

Após a retirada, foram necessários três pessoas para carregar o alimento. Geraldo acredita que a mandioca chegou a tal tamanho porque foi plantada ali há cerca de quatro anos. Ela ainda não foi consumida porque, devido ao tempo que ficou embaixo da terra, já estava endurecida em algumas partes. 

"Algumas partes dela estão boas, mas outras estão muito duras, fica difícil cozinhar", comenta. Mesmo passados 10 dias desde a colheita da grande mandioca, a raiz permanece na casa da família como prova do feito. 

"Já me falaram que a gente podia entrar no Guinness Book [publicação anual que contém coleção de recordes mundiais], e eu acho que é mesmo, porque nunca vi mandioca desse tamanho", conclui. 

Leia mais:

Feira de Agricultura Familiar em Belo Horizonte valoriza produtos de Brumadinho e região
Preço de frutas e legumes varia até 353% em BH; veja números