Equipes do Corpo de Bombeiros trabalham intensamente, nesta sexta-feira (7), para retirar as árvores e os galhos que caíram por toda Belo Horizonte, após o forte temporal do início da noite de quinta (6). Depois da chuva intensa, a corporação recebeu 243 registros de ocorrências relacionadas à vistoria, corte e poda de árvores. 

Segundo a assessoria de imprensa da BHTrans, mais de 20 quedas de árvores interferem no trânsito da capital na manhã desta sexta. Agentes ajudam os motoristas com sinalizações em ruas interditadas e desvios no trânsito. 

Uma das árvores caiu na avenida Nossa Senhora do Carmo, no Sion, na região Centro-Sul da capital, atingindo uma van escolar. O motorista morreu no local e as crianças não ficaram feridas. Ele é considerado a quarta vítima das chuvas em Belo Horizonte desde o início do período chuvoso. Até o início da tarde desta sexta, a via continuava impedida para a retirada da árvore. O bairro Sion foi um dos mais afetados na cidade por causa do temporal.

Na avenida do Contorno, na altura do bairro Floresta, na região Leste, uma árvore de grande porte caiu sobre a via, interditando o trânsito para quem seguiria no sentido Santa Efigênia. Uma casa também foi atingida e ficou parcialmente destruída. Para o motorista, há duas opções para acessar o bairro Santa Efigênia: o viaduto da avenida Francisco Sales e o viaduto Floresta (acessando, em seguida, a avenida dos Andradas). 

A região Leste foi bastante afetada por quedas de árvores e houve registros ainda nas ruas Formosa e Angelo Rabelo, no bairro Santa Tereza. Também houve queda na rua Pouso Alegre, próximo à esquina com rua Anhanguera. Por causa desses casos, houve registro de congestionamento nas avenidas do Contorno e Silviano Brandão. 

As principais informações sobre trânsito estão sendo apresentadas no Twitter da BHTrans: