Foi encontrada pela Polícia Militar (PM) no bairro Terezópolis, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a adolescente de 15 anos que estava desaparecida desde o último sábado (29), após sair de casa acompanhada do irmão, de 10 anos, no bairro Dom Silvério, na região Nordeste da capital mineira. Entretanto, o garotinho segue desaparecido. 

De acordo com a mãe deles, a vendedora de cosméticos Rozimar Alves de Oliveira, de 34 anos, a corporação entrou em contato com ela avisando que a filha foi achada no bairro da cidade vizinha. "Eu ainda não sei detalhes, mas estou indo para lá para conseguir tirar ela de lá", disse a mulher. 

Porém, ainda não se tem ideia de onde estaria o filho mais novo, Marcos Leandro Gonçalves de Oliveira. "Os policiais disseram que ela contou que o irmão pegou dinheiro lá no lugar onde eles estavam e disse que iria embora, só que ele não chegou. Estou desesperada", completou Rozimar. 

Mais cedo, em entrevista ao Hoje em Dia, a mulher contou que era por volta das 16h de sábado quando a filha pediu para fazer um trabalho escolar. "Eu falei que sozinha ela não iria e pedi para o Marcos, que estava andando de bicicleta na rua, para ir com ela. Ele arrumou e eu entrei no quarto pra pegar um dinheiro para eles comprarem um sorvete e, quando voltei, eles já tinham saído", detalha. 

Desde então, ela não teve mais notícia dos filhos, sendo que a última informação que teve foi um vídeo publicado na rede social Instagram pela adolescente. "Ela estava dentro de uma casa, parecia um quarto, com um guarda-roupa branco. No canto do quarto aparece um menino que parece muito com o meu filho, mas ele tinha piercing na sobrancelha e na orelha. Só tenho certeza de ver a minha filha no vídeo, ela está em pé e com o meu celular na mão", lembra Rozimar. 

A vendedora contou ainda que a filha já fugiu de casa antes, mas sempre aparecia após pouco tempo, ou na casa do pai ou após ela acionar a polícia. "Mas dessa vez ela está com o Marcos, que é muito cabeça, ele não faz esse tipo de coisa, não dorme longe de mim. O que me preocupa é que ele é hiperativo, toma medicação. Quando está sem a ritalina fica muito elétrico e acaba se machucando", diz, preocupada, a mãe. 

Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro de Marcos pode entrar em contato com a Delegacia de Desaparecidos da PC pelo telefone 0800 282 8197, ou falar direto com Rozimar no celular (31) 9 9452-9061. 

Leia mais:
Adolescente e irmão de 10 anos estão desaparecidos há três dias em BH
Idoso que se perdeu durante escala de voo em Confins é encontrado nesta terça na Pampulha
Idoso desaparecido no Rio em 2015 é encontrado pela PM na Savassi