A sinalização sobre a suspensão de visitas nas unidades de conservação estaduais, durante a pandemia do novo coronavírus, será reforçada. A medida, tomada pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF), acontece após os registros de entrada de dezenas de pessoas no último fim de semana na  Serra do Rola Moça, em Brumadinho, na Grande BH.

A interrupção de uso dos espaços foi prorrogada por tempo indeterminado com objetivo de evitar aglomerações, que poderiam favorecer a propagação da Covid-19 em Minas. 

“Essa foi uma medida preventiva para não ocasionar nenhum avanço da contaminação, seja por nossos visitantes ou por nossos funcionários que trabalham nos parques”, destacou Antônio Malard, diretor-geral do IEF.

Atualmente, o órgão administra 92 unidades de conservação em Minas, sendo 21 abertas ao público.

Rola Moça
No Parque Estadual da Serra do Rola Moça, o IEF renovou a sinalização no acesso ao Mirante do Morro dos Veados. No local, faixas informando sobre a proibição de visitas foram instaladas. Tapumes também foram colocados, em um trabalho feito por meio de parceria com a Defesa Civil de Brumadinho, para reforçar o alerta de fechamento e impedir o acesso.

suspensão parques