Apoiadores do espaço conhecido como Casa da Árvore, que foi destruído por um incêndio na noite deste domingo (24), prometem realizar um abraço simbólico nesta segunda-feira (25), às 17h, em torno dos escombros. A casa havia sido montada por moradores de rua no início da avenida Barão Homem de Melo, no bairro Nova Suíça, na região Oeste da capital.

Uma página no Facebook chamada Casa da Árvore, curtida por mais de mil pessoas, fez o chamamento:

A Casa da Árvore ficou conhecida na cidade por ser uma moradia de portas abertas, onde não só dormiam pessoas em situação de rua, como também abrigava uma biblioteca informal, com livros retirados do lixo. Neste domingo, a casa recebeu uma confraternização à tarde e foi vítima de um incêndio por volta das 20h30.

A Polícia Civil informa que o caso vem sendo investigado pela delegada Cinara Rocha, da 2ª Delegacia Sul. Além da perícia no local, também estão sendo levantadas informações junto a testemunhas. Imagens de câmeras de segurança de edifícios vizinhos serão coletadas para verificar quem seria o autor do incêndio.

Leia mais:
'Casa da Árvore' da avenida Barão Homem de Melo é destruída por incêndio